quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Carnaval 2009, Salgueiro Campeão..


G.R.E.S. ACADÊMICOS DO SALGUEIRO
Fundação: 05 de março de 1953
Cores: Vermelho e Branco
Presidente: Luiz Augusto Lage Duran
Carnavalesco: Renato Lage e Márcia Lávia
Títulos: 1960, 1963, 1965, 1969, 1971, 1974, 1975, 1993 e 2009.
Quadra: Rua Silva Teles, 104 - Andaraí
Barracão: Cidade do Samba
Componentes Desfile: 4500 (aproximadamente)
Intérprete Oficial: Quinho
Site Oficial: http://www.salgueiro.com.br/


A História
Três escolas de samba existentes no morro do Salgueiro deram origem à escola: "Unidos do Salgueiro", "Depois eu digo" e "Azul e Branco" do Salgueiro, todas filiadas à Confederação Brasileira. Esse número exagerado de escolas de samba em um mesmo local trazia como conseqüência o enfraquecimento das três. Os sambistas mais esclarecidos perceberam o fato e tentaram a união. A Unidos do Salgueiro, que tinha em suas fileiras o famoso Joaquim Calça Larga, não concordou, mas a "Depois eu digo" e a "Azul e branco" aderiram à idéia.

A escola foi fundada sem a "Unidos", que pouco depois desapareceu. Em pouco tempo, a Acadêmicos do Salgueiro se tornou uma grande escola. O seu primeiro presidente foi Paulino de Oliveira e as cores, segundo Haroldo Costa, foram sugeridas por Francisco Assis Coelho (Gaúcho) de acordo com o livro Escolas de samba em desfile (de Hiran Araújo e Amaury Jório), embora algumas versões de peso indiquem o nome de Pedro Seviliano como aquele que sugeriu as referidas cores.

A entrada de Nelson de Andrade, à partir do carnaval de 1958, desencadeou uma série de transformações na escola, que logo adotou o lema: "Nem pior, nem melhor, apenas uma escola diferente". Nelson, em 1960, leva Fernando Pamplona para organizar o carnaval da escola. Pamplona forma a equipe composta por ele, o casal Dirceu e Marie Louise Nery, Arlindo Rodrigues e o aderecista e desenhista Nilton Sá. Assim se dá início à revolução estética que culminaria anos mais tarde na ênfase ao grande visual dos carnavais modernos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Marisa Monte & David Byrne "Águas de Março/Waters Of March"

Marisa Monte/David Byrne
"Águas de Março/Waters Of March"
Videoclipe da cantora brasileira Marisa Monte com a música "Águas de Março" gravado da MTV Brasil em 1997, do programa Território Nacional.

video

..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Marisa Monte "Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão" Discos


Marisa Monte
Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão
EMI, 1994.

Marisa de Azevedo Monte (Rio de Janeiro, 1 de julho de 1967) é uma consagrada cantora, compositora e produtora musical brasileira. O disco seguinte, Mais (1991), introduziu-a no mercado internacional e a apresentou como compositora; a partir daí, prosseguiu com dois discos: o elogiado Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-rosa e Carvão (1994), considerado por muitos o melhor álbum da carreira da cantora. O álbum é um dos 90 melhores discos da história da música brasileira, segundo a revista Rolling Stone.

Lista de Músicas

"Maria de Verdade"
"Na Estrada"
"Ao Meu Redor"
"Segue o Seco"
"Pale Blue Eyes"
"Dança da Solidão"
"De Mais Ninguém"
"Alta Noite"
"O Céu"
"Bem Leve"
"Balança Pema
"Enquanto Isso"
"Esta Melodia"
..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Les 400 Cents Coups "Os Incompreendidos"


Nouvelle Vague
Les 400 Cents Coups(Os Incompreendidos)(1959)
François Truffaut

Outro filme clássico da Nouvelle Vague, agora com a alcunha do gênio François Truffaut é "Os Incompreendidos" ou "Les Quatres Cents Coups". Um filme sobre a vida de um garoto que mostra a injustiça, a dor, o mal ou o bem, o herói ou o vilão, aqui não temos claro o que é o certo e o que é o errado. Nesse filme, Antoine Doinel "Jean-Pierre Leáud" é o filho de "Claire Maurier" que tem tempo pra tudo menos para seu filho, ele se sente excluído e desprezado. Além de ser um péssimo estudante odeia seu professor "Guy Decombie". Como não se importa com nada, ele mata aula e decide com seu amigo René "Patrick Auffay" ir a um parque de diversões.

Antoine se surpreende ao ver sua mãe beijando um homem na rua e no dia seguinte diz ao seu professor que faltou a aula porque sua mãe morreu. Mentira descoberta, ele foge e passa a noite fora de casa. Logo depois ele retorna, mas com problemas na escola ele decide fugir de novo e começa a fazer pequenos roubos, rouba uma máquina de escrever, depois tenta devolver, mas é levado à delegacia onde seu pai diz ao delegado de polícia que eles não aceitam um filho tão insubordinado e terrível. É então levado à prisão misturando-se a muitos criminosos.

Logo depois, vai para um centro de recuperação para deliqüentes juvenis e assiste a um psiquiatra, com essa ajuda ele consegue se libertar e dizer o que o atormenta. Ele está vivendo uma crise de juventude. Enquanto joga futebol ele escapa e vai até a Normandia, com o mar ele se sente livre, Antoine é refletido ali por toda a confusão, sonhos, ilusões da juventude que por um erro não pode voltar atrás. Os filmes de Truffaut que se seguem é uma forma autobiagráfica do cineasta todos com o ator Jean-Pierre Leáud papel de "Antoine Doinel" com várias seqüências durante 20 anos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Borde de Souffle "Acossado"


Nouvelle Vague
A Borde de Souffle(Acossado)(1959)
Jean-Luc Godard

Filme clássico da Nouvelle Vague dirigido e produzido por Godard, mostrando a história de um ladrão, Michel Poiccard, interpretado por "Jean-Paul Belmondo" como um criminoso parisiense que está indo de Marseille à Paris em um carro roubado. Na cidade ele acaba matando um policial que tenta prendê-lo, ele foge para Paris e convence Patrícia "Joan Seberg" a esconder o corpo, enquanto isso o crime já está estampado em todos os jornais, então ele se esconde no apartamento de sua namorada onde discutem, fazem amor e ela diz que está grávida.

Logo após roubos e assaltos, é reconhecido na rua por um informante "Godard", assim a perseguição começa, o inspetor de polícia visita Patrícia e a ludibria a entregar o namorado, pois se ela não colaborar, enfrentará sérios problemas. Michel e Patrícia vão ao cinema e logo depois para casa de amigos. Na manhã seguinte ela liga para o inspetor e informa onde está Michel. Logo em seguida, ele está na rua e é surpreendido pelo inspetor que atira ocorrendo assim a sua inevitável morte.

A idéia da história foi dada por Truffaut grande amigo de Godard na época. Participações especiais formadas pelo conhecido diretor Jean-Pierre Melville que faz o papel de uma celebridade. Daniel Boulanger como o inspetor de polícia e o próprio Godard como o informante, além de Truffaut e Chabrol. Godard dizia que esse era um cinema mais livre e pessoal, sendo mais importante a forma como se conta a história do que ela própria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Nouvelle Vague "A Nova Onda"


Nouvelle Vague(Le Cinéma Français)
A Nova Onda


Alguém que goste muito de cinema com certeza já ouviu falar na "Nouvelle Vague", um movimento nascido na França no fim dos anos 50 se extendendo toda a década de 60. A Nouvelle Vague foi um movimento artístico do cinema francês que contestou várias coisas da época. A expressão foi lançada por Françoise Giroud em 1958, na revista L'Express ao fazer referência a novos cineastas franceses.

Os primeiros filmes eram caracterizados pela juventude dos seus autores, unidos por uma vontade comum de transgredir as regras normalmente aceitas para o cinema comercial. O marco inicial do movimento se dera com o filme
"Le Beau Serge" traduzido para o português como "Nas Garras do Vício" do diretor Claude Chabrol. Logo depois, surgiram os clássicos "A Bout de Souflle" de 1959, "O Acossado" de Jean-Luc Godard, "Les Quatres Cents Coups" de 1959, "Os Incompreendidos" de François Truffaut.

Os cineastas mais famosos desse movimento são Jean-Luc Godard, François Truffaut, Alain Resnais, Jacques Rivette, Claude Chabrol e Eric Rohmer, sendo a maioria críticos de cinema da antológica revista "Cahiers du Cinéma", Cadernos de Cinema. Os autores desta fase detestavam muito dos grandes sucessos caseiros do cinema francês e elevavam os mestres do film noir americano. Alguns se modificaram seguindo caminhos mais acadêmicos outros continuaram com o seu cinema difícil, como é o caso de Godard, que muitas vezes se tornava mais pretensioso e mais além do experimental. Já Truffaut segue pelo caminho do classicismo atraindo uma grande quantidade de admiradores. Alains Resnais se consolida como um guru respeitável autor de alguns dos mais importantes filmes como
"Hiroshima, Mon Amour", de 1959, "O Último Ano em Marienbad" entre outros.

A Nouvelle Vague influenciou toda a cinematografia mundial, desde o Brasil com o "Cinema Novo", até mesmo nos EUA com cineastas como Francis Ford Coppola, Brian de Palma e Martin Scorsese prolongando-se a influência do final dos anos 60 até os anos 70. Os cineastas dessa "Nova Onda" incorporaram estilos e posturas da Cultura Pop ao Teatro Épico, a textos de Honoré de Balzac, Manet e Marx, além de questionamentos novos como a realidade sexual, o erotismo e o romantismo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

The Edukators! "Die Fetten Jahre Sind Vorbei"


Cine Alemão
Die Fetten Jahre Sind Vorbei
The Edukators! (Os Edukadores)

Alemanha/Áustria

É um filme de 2004 dirigido por Hans Weingartner, com o elenco formado por Daniel Brühl, Julia Jentsch, Stipe Erceg e Burghart Klaubner. Com o nome original em alemão "Die Fetten Jahre Sind Vorbei", que em português foi chamado de "Os Edukadores", sua tradução literal se equivale a "Os dias de fartura estão acabados". É um filme alemão-austríaco sendo o melhor filme de 2004 no Festival de Cannes recebendo a Palma de Ouro.

O enredo gira em torno de três ativistas anticapitalistas que vivem no centro de Berlim, Jule, seu namorado Peter, Jan o melhor amigo de Peter e o magnata Hardenberg. O filme retrata a história de Jan e Peter, dois jovens que acreditam que podem mudar o mundo. Eles se auto entitulam "Os Edukadores", rebeldes contemporâneos que expressam sua indignação de forma pacífica invadindo mansões, trocando os móveis e objetos de lugar e espalhando mensagens de protesto. Jan acaba conhecendo melhor Jule depois que Peter viaja para Barcelona e sabe de seus verdadeiros problemas financeiros, ela deve 100 mil euros por conseqüência de um acidente com o magnata Hardenberg. Jan conta a verdade sobre o que eles fazem deixando Jule muito empolgada, ela insiste até que acabam invadindo a propriedade de Hardenberg, a princípio tudo saiu como planejado, mas Jule esquece seu celular na casa e eles são obrigados a voltar para procurar o celular, nisso encontram o dono da mansão que reconhece Jule, sendo inevitável o seqüestro do magnata. Com a ajuda de Peter eles vão para uma casa de campo e nesse lugar eles discutem entre o anarquismo e o capitalismo, tais como a motivação de viver em função da carreira e do lucro. Eles vêem o jovem atual alienado pela mídia e fora da realidade em que vivem, vivendo um sentimento de conformidade geral. Os Edukadores levam a sério o seu papel tentando mudar e fazer a diferença no mundo em que o capitalismo e consumo são o principal e o essencial.

Trecho do filme..


video
..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Gal Costa "Gal Costa" Discos

Gal Costa
Gal Costa
Phonogram/Philips, 1969.

Gal Costa é um álbum da cantora brasileira Gal Costa, lançado em 1969. Primeiro disco solo da cantora baiana, Gal Costa. É um dos meus discos preferidos, esse mês de fevereiro escutei muito músicas desse álbum, por isso resolvi colocar a o track list dele por aqui. Sua voz tinha uma particularidade nessa época, ligada muito a sua mistura entre a bossa nova e o tropicalismo. Destaques para "Não Identificado", "Que Pena", "Divino, Maravilhoso" e a linda canção marco na carreira de Gal Costa, "Baby", música de Caetano Veloso. O LP foi eleito em uma lista da versão brasilieira da revista Rolling Stone como o 80º melhor disco brasileiro de todos os tempos.

Lista de Músicas

Lado A
"Não Identificado" (Caetano Veloso)
"Sebastiana" (Rosil Cavalcanti
"Lost in the Paradise" (Caetano Veloso)
"Namorinho de Portão" (Tom Zé)
"Saudosismo" (Caetano Veloso)
"Se Você Pensa" (Roberto Carlos, Erasmo Carlos)

Lado B
"Vou Recomeçar" (Roberto Carlos, Erasmo Carlos)
"Divino Maravilhoso" (Gilberto Gil, Caetano Veloso)
"Que Pena" (Jorge Ben)
"Baby" (Caetano Veloso)
"A Coisa Mais Linda Que Existe" (Gilberto Gil, Torquato Neto)
"Deus É o Amor" (Jorge Ben)

..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Jorge Ben Jor "O Namorado da Viúva"

Jorge Ben " O Namorado da Viúva"
Gravação para o programa Fantástico, da
TV Globo, em 01/12/1974. Música do álbum "A Tábua de Esmeralda" que é o décimo primeiro álbum de Jorge Ben. Foi lançado em LP em 1974.



..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Jorge Ben "Samba Esquema Novo" Discos

Jorge Ben
Samba Esquema Novo
1963, Philips, 1963.

Samba Esquema Novo é o álbum de estréia do cantor brasileiro Jorge Ben. Foi lançado em LP em 1963. Seu estilo inclui o samba, funk, rock, pop, maracatu, bossa nova, rap e samba rock com letras que misturam humor e alegria, incluindo a maioria das vezes temas esotéricos em suas canções. Sua música tem grande importância na música brasileira por incorporar elementos novos e a maneira como toca o violão trazendo influências tanto americanas quanto árabes e africanas, certamente vindo de família pois sua mãe é africana nascida na Etiópia. Álbum com as clássicas "Mas que Nada", "Balança Pema", e "Por Causa de Você, Menina".

Lista de Músicas

Mas que Nada (Jorge Ben)
Tim dom dom (João Mello/Clodoaldo Brito)
Balança Pema (Jorge Ben)
Vem Morena, Vem (Jorge Ben)
Chove Chuva (Jorge Ben)
É Só Sambar (Jorge Ben)
Rosa, Menina Rosa (Jorge Ben)
Quero Esquecer Você (Jorge Ben)
Uala Ualalá (Jorge Ben)
A Tamba (Jorge Ben)
Menina Bonita Não Chora (Jorge Ben)
Por Causa De Você, Menina (Jorge Ben)

..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Baader Meinhof "Cine Alemão"


Baader Meinhof Complex: Retrato de uma Guerrilha Urbana
Filme / Drama
Nome Original: Baader Meinhof Complex
Direção: Christopher Roth
Elenco: Frank Giering, Laura Tonke, Birge Schade, Vadim Glowna, Can Taylanlar, Hinnerk Schönemann, Sarah Riedel, Angie Ojciec, Bastian Trost, Wolfgang Ritter
País: Alemanha/Reino Unido
Ano: 2008
Duração: 129 min


A rebeldia da juventude dos anos 1960, somada ao uso de drogas, fazia com que jovens saíssem às ruas para protestar contra o sistema de governo e a Guerra do Vietnã. Mas, para alguns idealistas esse movimento não foi suficiente, eles se tornaram, nos anos 1970, ativos e violentos revolucionários, organizando grupos terroristas. Na Alemanha Ocidental, um jovem chamado Andréas Baader tornou-se o líder do grupo terrorista marxista mais perigoso da Europa, o Baader-Meinhof. Andréas, que na adolescência era ladrão de carros, juntamente com a namorada e outros colegas, cometeram atentados, realizaram seqüestros, enfrentaram a polícia, foram presos e fugiram da cadeia, para defender seus ideais políticos. Em 1972, já condenado à prisão perpétua, ele cometeu suicídio na prisão. A capa que está aqui é do Filme "Der Baader Meinhof Komplex".


Baader-Meinhof(Retrato de Uma Guerrilha Urbana)
Como já disse uma ótima produção alemã, esse filme é de 2002, mas se passa na Alemanha dos anos 70, é a história do guerrilheiro e do grupo mais perigoso da Europa nos anos 70. O seu grupo terrorista alemão chamado Baader-Meinhof era o mais procurado nessa época, esse filme me fez lembrar muito a época da ditadura militar na América Latina, inclusive uma minissérie brasileira muito conhecida "Anos Rebeldes".

Baader-Meinhof(Retrato de Una Guerrilla Urbana)
Como ya he dicho una buena producción alemana, esta película es de 2002, pero se pasa en la Alemania de los anos 70, es la história de un guerrillero y de la pandilla más peligrosa de Europa en los años 70. Su grupo terrorista alemán llamado Baader-Meinhof era el más procurado de la epoca, esa película me acuerda mucho la epoca de la dictadura militar en la América Latina, incluso una minisérie brasileña muy conocida "Anos Rebeldes".

Trecho do Filme..


video
..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...